Desenhando Comunicação para Comunidades

Design de Comunicação

Desenhando Comunicação para Comunidades

28 de janeiro de 2020 Design de Comunicação 0

Independente de como você chegou até aqui ou qual dispositivo está usando para ler esse artigo, neste exato momento há inúmeros impulsos e notificações tentando atrair sua atenção. Se este texto inclusive não entrar rapidamente no assunto, é possível que você, mesmo que tenha interesse no tema, abandone no início, ou mais tardar no meio, para atender essa enxurrada de informações e demandas.

Este é um dos principais desafios da transformação digital, pois define que o novo ambiente de competição irremediável é este mar de informações que se agrupam de forma totalmente heterogênea, desafiando os cientistas de dados a organizarem métricas e planos para navegar de forma propositiva neste ambiente. Qualquer projeto que necessita engajar conhecimento e mão de obra externa, ou que ainda não faz parte do seu capital humano, tende a, inevitavelmente, naufragar em um mar de competição e ruído de comunicação.

Agora você que tem uma empresa e quer interagir com pessoas sobre seus objetivos, desenvolver uma imagem que inspire estas pessoas a progredirem em suas carreiras e a cogitar uma vaga em sua organização, precisa de uma estratégia de comunicação que considere a sua cultura e sinergia com comunidades. As comunidades são por natureza ambientes orgânicos de altíssima interação e baixa disciplina e que possuem um foco temático, porém uma dispersão muito grande na ação e na fidelidade dos membros.

Todas as comunidades possuem capacidade de agregar capital humano e conhecimento de forma descentralizada e cabe a sua organização criar meios de demonstrar como sua cultura tem sinergia com os princípios e propósitos das comunidades que possuem como tema suas necessidades de conhecimento em tecnologia.

Tendo isso em mente, é uma questão estratégica, tão fundamental quanto a mudança cultural provocada pela transformação digital, desenvolver uma comunicação focada em comunidades, construindo canais de conversa e fazendo trocas permanentes com esses ambientes. Mais do que “falar para” é preciso “falar com”, pois o desafio não é empregar recursos para emitir suas ideias, mas encontrar uma “caixa de ressonância” na comunidade.

Uma estratégia de comunicação para comunidades possui uma série de nuances e é o que pretendemos abordar nos próximos artigos, afinal, essa é uma das nossas especialidades. Fique ligado nos próximos artigos aqui no blog.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *