5 tendências de Comunicação para 2021

Design de Comunicação

5 tendências de Comunicação para 2021

4 de janeiro de 2021 Artigos Design de Comunicação 0

A primeira semana do ano é ótima para especular e se inteirar das tendências que vão  influenciar sua comunicação para esse novo momento. É inclusive a hora em que mais pesquisas e artigos com expectativas são publicados e por isso, resolvemos fazer um apanhado do que nós percebemos de diversos canais em um único local para ajudar você a ir direto ao ponto.

1 – Multicanais Humanizados

A percepção de que a sua marca/empresa/produto/serviço não se resume a um único meio de contato, seja ele o contato presencial de uma loja ou mesmo seu contato para pedidos via aplicativo. O contexto de isolamento (mesmo que em muitos casos semi) deixou mais evidente a necessidade da comunicação contínua e a insuficiência de canais automatizados. As pessoas esperam se comunicar o tempo todo por diversos canais e esperam que a experiência seja humanizada. Quanto maior a amplitude dessa abrangência de comunicação, maior o desafio para sua estratégia, e os limites dessa amplitude serão testados em 2021.

2 – Aprendizado Contínuo

Em qualquer segmento essa é uma tendência forte da década, mas na comunicação ainda é um elemento negligenciado e por isso, agora com geração de diversas “faculdades corporativas” e de “plataformas de aprendizado” o desafio de comunicação passa pelo investimento no conhecimento e na autonomia da linha de frente, que devem ser decisivas para o sucesso nesse contexto.

3- Comunidades e Confiança

Fechar o negócio, prestar o serviço e fidelizar o cliente são visões insuficientes para a manutenção dos negócios no longo prazo. Mesmo os modelos de alta fidelização (assinaturas, serviços contínuos)vivem o fenômeno do “cliente bumerangue” que aproveita o máximo de vantagem como “novo entrante” e salta para um novo ciclo em outro serviço. A reação para isso que vem se mostrando tendência (conforme pesquisa da Delloite) é a construção de confiança que passa pela força da mensagem e empenho com o público e a geração de comunidades de interesse que acolhe e treina clientes que evoluem de fã para o status de embaixador, reforçando a presença da marca em múltiplos canais.

4 – Live Commerce e pré-compra

No ambiente digital, uma tendência que alia as 3 anteriores em uma resultado ferramental e prático são as vendas ao vivo, onde a live impulsiona o cliente para um compra guiada com vantagens. A tendência revela que há um público pronto a adquirir uma boa promessa, se a apresentação dela (e a reputação de quem promete) estiverem alinhadas com os desejos desse público. Em 2020 os Financiamentos Coletivos atingiram a casa dos milhões e isso deve se ampliar, principalmente impulsionado pela digitalização financeira proporcionada pelo Pix e pelo crescimento consistente do e-commerce e mobile commerce.

5 – O Dilema das Redes

Para além da crítica ao documentário da Netflix que carrega esse nome, no campo da comunicação esse dilema se torna mais claro em um contexto de nova legislação (LGPD) que vai exigir diversas adequações a forma com que os dados são adquiridos e manutenidos e também o uso de diversos canais que não representam um propósito claro na estratégia da empresa. Para que mesmo eu preciso dessa landing page captando dados? De que forma eu conduzo diversas redes, associando pessoas a elas, para verticalizar o meu negócio. Estas perguntas estão tanto na sua mesa,quanto na mesa do seu público alvo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *