A IA Generativa vai revolucionar o Marketing?

Design de Comunicação

A IA Generativa vai revolucionar o Marketing?

22 de junho de 2023 Artigos Customer Experience Design de Comunicação Gestão 0

Inspirado no post original do Raconteur! (em inglês)

O debate sobre se a inteligência artificial (IA) e outras tecnologias irão ampliar ou substituir a inteligência humana tem se intensificado nos últimos seis meses. Um recente relatório do Goldman Sachs estima que até 300 milhões de empregos poderiam ser perdidos para a automação em escala global, enquanto a PwC prevê que 30% de todas as ocupações corram o risco de automação até meados da década de 2030.

Embora a ascensão das ferramentas de IA generativa tenha recebido mais atenção recentemente, a automação criativa tem o potencial de remodelar o setor de forma ainda mais significativa. A chegada do ChatGPT em novembro de 2022 desencadeou debates sobre como o avanço das ferramentas de IA generativa poderia afetar o trabalho dos profissionais de marketing. No entanto, além disso, está ocorrendo uma revolução na automação criativa, impulsionada pela tecnologia.

A automação criativa utiliza a tecnologia para mecanizar diversos aspectos da geração de conteúdo, combinando elementos de IA, automação de design e tomada de decisão baseada em dados. Ela simplifica a produção de materiais de marketing, facilitando o desafio de fornecer um suprimento confiável de conteúdo relevante em vários canais para atrair a atenção dos consumidores em uma economia digital sempre ativa.

Ao remover tarefas manuais repetitivas, a automação criativa permite que os profissionais de marketing criem ativos de forma rápida e econômica, atendendo à demanda por conteúdo de alta qualidade em escala global. Líderes do mercado de propaganda acreditam que a automação remodelará a indústria nos próximos anos, proporcionando entrega consistente de produtos com qualidade e maior eficiência financeira.

No entanto, a adoção global da automação não tem sido tão rápida quanto prevista, devido a preocupações de longo prazo sobre o impacto da tecnologia na criatividade. Alguns profissionais de marketing veem com ceticismo a ideia de produzir conteúdo mais rapidamente, com envolvimento humano mínimo. Outros argumentam que a automação permitirá que os profissionais se concentrem mais no lado criativo de seu trabalho, já que a produção de ativos se tornará mais eficiente.

À medida que a automação criativa avança, marcas precisarão considerar a reestruturação de suas funções de marketing, dada a mecanização de partes do processo de geração de conteúdo. A automação criativa envolve uma relação de “humano mais máquina”, onde tecnologias avançadas complementam o trabalho das pessoas.

A automação não apenas traz desafios para a indústria, mas também oferece oportunidades de transformação. As previsões sobre o futuro da automação são diversas, como uma aliança forte entre humanos e máquinas, enquanto há os que acreditam que a automação criativa poderá causar uma reestruturação completa do setor de marketing, devido às eficiências de custo proporcionadas pela tecnologia.

No final, a automação criativa levanta questões sobre a estrutura mais ampla da indústria de marketing e como os métodos tradicionais podem mudar. A produção mais barata de ativos poderia resultar em uma transformação significativa na construção das agências e na própria aparência do marketing. Ainda há perguntas difíceis de responder sobre a extensão das mudanças que a automação trará, mas sua importância reside na possibilidade de uma mudança tectônica em como as agências são construídas e em como o marketing se desenvolve.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *